A FELICIDADE QUE AS TATUAGENS NÃO TROUXERAM

Sérgio Luís de Souza chegou a fazer 170 marcas pelo corpo. Porém, a alegria que desejava só encontrou em Jesus
tatuagens
Quem vê esse jovem marcado por tatuagens em todo o corpo, e principalmente na face, não consegue disfarçar a perplexidade. As estrelas, as âncoras, os símbolos musicais e outros desenhos gravados na pele do paulista Sérgio Luís de Souza Carvalho, de 29 anos, despertam a curiosidade e, às vezes, chegam a causar espanto.
“Sempre fui um jovem muito triste. Apesar de não passar por problemas financeiros, havia brigas na minha família e, influenciado por colegas, ainda na adolescência, passei a usar drogas, bebia e ficava vários dias fora de casa. Eu tinha um vazio no coração que não sabia explicar o motivo, mas que tentava preencher me deixando influenciar por várias bandas de rock e artistas de heavy metal. Eu curtia esse tipo de música e desejava chamar atenção das pessoas. Na verdade, seguia aquele famoso lema de sexo, droga e ‘rock in roll’. Eu pensava que esses cantores de rock eram felizes como aparentavam e, com o intuito de imitá-los, comecei a fazer tatuagens semelhantes às que eles tinham. Eu também achava que o estilo diferente iria me trazer felicidade, mas acabei me enganando”, lembra, enfatizando que o fato de chamar atenção dos outros com amudança radical em sua aparência não foi suficiente.
“Num período de quatro anos, fiz 170 tatuagens. Minha família vivia muito preocupada comigo e, devido a uma crise de hipertensão arterial, minha mãe veio a falecer. Somando aos problemas familiares, na área sentimental eu também não era feliz. Foi aí que cheguei ao ponto de só pensar em cometer suicídio.
Porém, tudo mudou quando encontrei alguém que acreditou em mim e me levou para participar de uma reunião no Força Jovem Universal (FJU) de São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Frequentando as reuniões, conheci o Senhor Jesus, que me libertou de todo mal. Por meio das atividades oferecidas pelo FJU, percebi que poderia me tornar alguém, pois me mostraram que eu tinha muito valor.  Também aprendi a olhar para frente, esquecer o passado e acreditar nos meus sonhos. Enfim, me tornei um jovem visionário”, destaca.
Sérgio é prova de que a verdadeira mudança acontece de dentro para fora e não de fora para dentro. A Bíblia confirma essa afirmação ao relatar o que aconteceu quando o profeta Samuel foi até a casa de Jessé. Deus escolheu o menor dentre os irmãos. Davi era o mais novo, franzino, porém, não foi a sua aparência que o fez eleito do Senhor. “…porque o Senhor não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o Senhor, o coração.” 1 Samuel 16:7
Com  o seu interior totalmente transformado, Sérgio afirma que hoje é completamente feliz e que não se importa com o seu visual.
“Quando me perguntam se tenho vergonha das minhas tatuagens, respondo que não porque são cicatrizes de uma ferida que já foi curada. O mais importante é saber que posso glorificar a Deus do jeito que Ele me chamou. Eu sei que tenho a marca da promessa!”, conclui.

By Sede Vila Sônia with No comments

0 comentários :

    • Popular
    • Categories
    • Archives