FAVO DE MEL


“A alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo amargo é doce.” Provérbios 27.7
Precisamos em todo tempo vigiar nossas reações diante do que o Espírito Santo tem nos concedido.
Observo que durante 36 anos Deus tem nos proporcionado o mel que escorre da rocha; temos desfrutado espiritualmente da terra que mana leite e mel. Todos nós, obreiros, pastores, esposas, bispos e membros temos recebido o que há de melhor, de mais puro, mais sublime e mais revelador no que diz respeito à visão, direção e oportunidade para que possamos viver bem com Deus e com nossa família, enquanto estivermos neste mundo e no porvir (na vida eterna).
O que não devemos permitir, e por isso a importância da vigilância, é que pisemos o favo de mel, ou seja, desperdicemos o doce espírito que a Universal, na pessoa de seu líder, tem lutado para nos passar.
Tivemos, recentemente, o advento divino do Jejum de Daniel e o derramamento do Espírito Santo no monte Hermom, onde muitos comeram até se lambuzar do mel que caiu das rochas daquele monte. Porém, muitos pisaram o mel em vez de digeri-lo; desperdiçaram essa astronômica oportunidade de se renovarem, de serem batizados com o Espírito Santo e de terem um encontro com Deus.
Se você se julga com a alma farta, não pise o favo de mel. Aproveite o que Deus tem nos proporcionado, pois lá fora há muitas pessoas afastadas cuja alma está tão faminta que o amargo para elas tem sido doce.
Uma ex-obreira, que voltou num dos resgates, me afirmou que quando chegou à reunião e recebeu um sorriso de uma obreira, sua companheira de Obra, se deliciou com aquele gesto tão simples, porque sua alma estava faminta da presença de Deus.
“Eis que vêm os dias, diz o senhor Deus, em que enviarei fome sobre a terra; não de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR. Andarão errantes de mar a mar, e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, procurando a palavra do SENHOR, e não a acharão.” Amós 8.11,12
Muitos, por terem pisado o favo de mel, hoje estão pelo meio do caminho com a alma faminta, desejando pelo menos o amargo, e não o tem.
Deus os abençoe!
Fonte: Blog do bispo Macedo

By Sede Vila Sônia with No comments

0 comentários :

    • Popular
    • Categories
    • Archives