ESSA É A FÉ!


Boa tarde, bispo!
Retornei para a casa de meu Pai no dia 28 de janeiro.
Durante quase um ano estive no mundo do crime. Trafiquei drogas, traí minha esposa, estava totalmente destruído. Fui obreiro por um ano. Nesta época, perdi minha mãe. Ela era a coluna da minha casa e meu filho estava com apenas 4 meses.
Movido pelas circunstâncias, ao primeiro trabalho que o diabo enviou, me agarrei. Era das 11 às 23 horas. Aí foi quando pedi para sair da Obra. Não confiei em DEUS, aí deu no que deu.
Resumindo, no Jejum de Daniel recebi o meu Consolador. Me arrependi de todo meu coração. No dia 7, foi muito forte aquela reunião para mim.
Me batizei nas águas. Foi tão forte que pensei ter sido batizado com o ESPÍRITO SANTO. Nunca vou esquecer esse dia! Quando chegou no dia 14, o milagre aconteceu. Foi muito forte.
Manifestei só uma vez. O pastor do “Resgate” daqui da Bahia fez só uma oração e eu me libertei. Mas o caminho mais curto para que isso acontecesse na minha vida foi o sacrifício.
Comecei a dar ouvidos a tudo o que estava sendo pregado e comecei a me desprender das coisas materiais. Comecei a me doar para o ESPÍRITO SANTO, nada para mim tinha mais valor.
Comecei a ofertar. Primeiro foi o dízimo, que o pastor pregou sobre como nós nos tornaríamos para DEUS, depois foi só vitória! Costumo dizer que sem o sacrifício a pessoa pode esquecer: é impossível!
A pessoa chega a DEUS, a oferta representa o que está dentro de nós. Na verdade, ela representa o que somos para DEUS.
Falar que cremos em Deus com nossa boca é muito fácil, e não falo isso só nas ofertas não, mas em sacrificar toda nossa vida.
Agradeço a DEUS por ter uma oportunidade de poder estar dividindo com outras pessoas minha experiência. No dia 14 de abril, eu tinha certeza de que isso ia acontecer. Eu cri no que o senhor tinha falado naquele dia. Se pudesse colocar no meu corpo uma roupa nova, colocaria.
Senti a sensação que uma mulher tem quando vai se casar. Quando desci do ônibus, perto da igreja, minhas lágrimas já rolavam nos meus olhos. Eu não conseguia controlar, não sabia o que estava acontecendo, é algo inexplicável para dizer. Esse DEUS é poderoso! Existem muitas coisas ainda para contar.
Retornei pela fé da minha esposa. Ela determinou, no “Caminho de Luz”, na terça-feira, que na próxima eu estaria ali com ela naquela cadeira, e eu estava separado dela. Na mesma semana, a Polícia quase me mata. Entrei no mato de um areal, onde orava antigamente, mas naquele momento eu estava ali para ser morto. Mas, na mala do carro, clamei a Deus: chamei pelo Deus do pastor Vicente, pelo Deus do bispo Macedo, pedi a DEUS que enviasse o mesmo anjo que serve esses homens de DEUS e pedi a Deus que se eles não tocassem em mim naquele mato, eu ia sair daquela vida. Pedi a DEUS para que eles me esquecessem dentro daquela mala, e foi o que aconteceu.
Hoje não tenho com o que pagar ao ESPÍRITO SANTO por todos os dias da minha vida. Era para eu estar no inferno agora, mas a misericórdia de DEUS me alcançou.
Obrigado, bispo, por tudo!
Ai de nós se não fosse DEUS e a Igreja Universal! Que o ESPÍRITO SANTO restaure as suas forças!
O que temos recebido de DEUS por meio do senhor não somos nem dignos. Não tenho nem palavras pra agradecer. Não temos noção do que temos.
Obrigado, bispo! DEUS o abençoe.
João Paulo dos Santos
Fonte: Blog do bispo Macedo

By Sede Vila Sônia with No comments

0 comentários :

    • Popular
    • Categories
    • Archives