REFERENCIAL DE DEUS


O que mais ensinar sobre Abraão que não se tenha ensinado?
Mas há algo que poucos têm aprendido nos muitos exemplos na vida de fé deste herói: ele tornou-se o referencial do Deus Vivo na Terra.
Não fica claro quando se fala em Deus com as pessoas.
Afinal de contas, cada ser humano tem considerado o seu próprio deus.
Em geral, nos esportes, os loucos endeusam seus ídolos.
No mundo da música, outros loucos endeusam cantores.
Enfim, em cada segmento de sucesso há sempre um deus idolatrado pela paixão popular.
Cada idólatra tem seu próprio deus.
Como separar o Único e verdadeiro Senhor Deus dos demais?
E, como diferençar um filho de Deus dos idólatras?
A palavra "Deus" significa Um que é adorado.
Adoração ao filho constitui-se idolatria.
Adoração a qualquer humano, animal ou coisa, constitui-se idolatria.
Por conta disso, crer em Deus não significa muito ou, praticamente, nada.
A crença abraâmica mudou o sentido de se crer em Deus.
Seu relacionamento com o Deus Invisível ensina isto.
Ao invocarmos o Deus de Abraão, estamos definindo nossa fé, de forma inteligente, no Senhor que Se revelou a Abraão, fez-lhe promessas e as cumpriu nos mínimos detalhes.
Entre todas as religiões, qual o deus que fez o mesmo com seus seguidores?
Alguém conhece outro deus que tenha cumprido suas promessas como fez o de Abraão?
Somente Ele honrou e continua honrando Abraão e seus filhos na fé.
Abraão foi além da própria bênção.
Ele foi, é e sempre será o referencial de Deus em toda a Terra.
Quando, em o Nome do Senhor Jesus, oro e direciono meus pensamentos ao Deus de Abraão, a minha fé desperta.
Quando pronuncio o Deus de Isaque, a fé aumenta.
Quando completo minha concentração no Deus de Israel, então o sangue da fé ferve e esqueço que estou no mundo.
Quando uso a fé no Deus de Abraão, no Deus de Isaque e no Deus de Israel é como se eu subisse a escada da fé até o Trono do Altíssimo.
Faça essa experiência você também.
Ao desafiar os profetas de Baal, o profeta Elias sabia que sua vida estava em jogo. Se sua oração não tivesse resposta imediata, seria morto. Então, orou:
“Ó SENHOR, Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, fique, hoje, sabido que Tu és Deus em Israel, e que eu sou Teu servo e que, segundo a Tua palavra, fiz todas estas coisas.” I Reis 18.36
Sua oração não durou 20 segundos, e o fogo desceu.
A manifestação gloriosa do Eterno e Único Deus, Desconhecido entre as nações, começou com Abraão.
Abraão ensina que não há limite na conquista pela fé;
Que não se deve medir esforços para praticar a fé inteligente;
Que a obediência incondicional à Voz de Deus foi sua cruz desde o princípio em que andou com o Altíssimo.
Com ele aprendemos que o tamanho da fé é medido pelo seu grau de sacrifício.
Com ele aprendemos a viver pela fé.
Com ele aprendemos a separar a fé da emoção, dos sentimentos do coração.
Com ele aprendemos a sacrificar.
Com ele constatamos a existência do Eterno Deus Criador.
Fonte: Blog do bispo Macedo

By Sede Vila Sônia with

    • Popular
    • Categories
    • Archives