Creu na profecia viveu. Não creu morreu

O povo de Samaria havia se afastado de Deus e, como consequência, o exército sírio o encurralou. O cerco foi tão cruel e a fome chegou a tal ponto que o canibalismo surgiu dentro de Samaria.
Já não se podia abrir as portas da cidade, pois se os sírios entrassem matariam a todos. Era a morte pela fome dentro de Samaria ou a morte pela espada se tentassemsair para conseguir algo de comer.
No meio dessa crise, o homem de Deus profetizou ao rei de Samaria: Amanhã, a esta hora, se venderá boa comida por preço muito barato na porta da cidade. Será o fim desse desespero e tudo será diferente (2 Reis 7.1).
O rei tomou esta profecia, guardou-a dentro de si e creu. Afinal, há algo difícil para Deus? Os recursos do Senhor são infinitos e Ele é capaz de transformar a crise em abundância, por mais difícil que pareça.
Porém, um capitão, em quem o rei se apoiava para caminhar, ao ouvir a profecia do homem de Deus, não creu. Ele perdeu a chance de ficar calado e fez a pergunta que não só mostrou sua incredulidade, mas também o condenou à morte:
Ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poderia suceder isso?
E o homem de Deus disse: Eis que tu o verás com os teus olhos, porém disso não comerás. 2 Reis 7.2
Naquele momento, Deus viu que quatro leprosos, que viviam na lixeira de Samaria, tiveram fé para sacrificar suas vidas e ir ao acampamento dos sírios para buscar comida. Esses quatro leprosos foram para o tudo ou nada, vida ou morte, e assim chamaram a atenção de Deus.
Diante disso, Deus amplificou o som dos passos daqueles quatro leprosos, fazendo com que os sírios ouvissem como se o rei de Samaria tivesse recebido apoio de algum outro exército e, desesperados, eles fugiram, deixando abundante provisão,grande quantidade de comida, água, etc.
O rei de Samaria foi informado que os inimigos haviam fugido e deu a boa notícia ao povo. A população saiu da cidade para tomar tudo o que estava disponível. Eles saquearam o arraial dos sírios e agora havia boa comida que logo foi vendida a “preço de banana”, conforme a Palavra do Senhor.
Quanto ao capitão que duvidou da profecia, ele morreu atropelado pelo povo, como profetizou o homem de Deus.
Amanhã, a estas horas mais ou menos, vender-se-ão dois alqueires de cevada por um siclo, e um de flor de farinha, por um siclo, à porta de Samaria. Aquele capitão respondera ao homem de Deus: Ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poderia suceder isso, segundo essa palavra? Dissera o profeta: Eis que tu o verás com os teus olhos, porém disso não comerás. Assim lhe sucedeu, porque o povo o atropelou na porta, e ele morreu. 2 Reis 7.18-20
Moral da história:
Quem crer na profecia vai ver e comer.
Quem não crer na profecia verá os que creem comendo, e, lamentavelmente, perecerão de barriga vazia.
Fonte: blog do bispo Macedo

By Sede Vila Sônia with No comments

0 comentários :

    • Popular
    • Categories
    • Archives